quinta-feira, 15 de maio de 2008

Poema pro dia passar

Só passando para atualizar mesmo e não deixar o dia em branco...

Máscaras

Eu que era completamente facinado por máscaras,Acabei fazendo delas meu refúgio,E encontrando um lugar pra me esconder.Não era uma única máscara,Eram várias que não deixavam ninguém me ver.
Eu passei a ser o personagem de minhas máscaras,E mascarar quem de verdade eu era...Tornei-me fantasma de mim...
E com o passar do tempo,O peso das máscaras tornou-se insustentável,E eu já nã poderia mas me disfarçar.
Aos poucos uma à uma foi caíndo,E em pedaços eu vi instantes da minha vida passar...
É eu já não podia mas negar que eu era todas máscaras,Que eu sou todos os personagens que elas (As máscaras) poderam criar.E foi aceitando todas as minhas faces,Que me vi sem máscara.
De frente ao espelho eu vi um reflexo,De alguém que já não mas lembrava,De um menino que não tinha um riso para todos os momentos...Que não tinha obrigação agradar ninguém... além dele mesmo.E foi de frente ao espelho que fui apresentado à mim.
E hoje, ainda carregando algumas máscaras vou tentando cada vez mais ser eu...Um "eu" multifacetado...Sem medo de ser... me experimentando somente a ser.

(Máscaras - texto de Lenardo Kifer)

Nenhum comentário:

Postar um comentário